Serviços

Tratamento de Água e Efluentes

Apresentação

A água limpa e segura, assim como saneamento básico, são direitos humanos.

Entretanto, a qualidade da água no Brasil é cada vez mais ameaçada à medida que a população cresce, atividades agrícolas e industriais se expandem e as mudanças climáticas ameaçam alterar o ciclo hidrológico.

A Tommasi Ambiental acredita que é possível compatibilizar crescimento econômico e conservação ambiental por meio do desenvolvimento sustentável.

Ciente da necessidade urgente de setores público e privado se unirem para assumir o desafio de proteger e melhorar a qualidade da água de nossos rios, lagos, aquíferos e torneiras, a Tommasi Ambiental utiliza tecnologias inovadoras no tratamento de águas e efluentes, permitindo a integração das atividades econômicas com as preocupações crescentes de preservação do meio ambiente, saúde, segurança e responsabilidade social.

Tecnologia

A tecnologia da empresa americana FTT – Ferrate Treatment Technologies utiliza em seu processo de tratamento o ferro na valência +6.

Neste estado, o ferro é um oxidante extremamente forte (mais forte até que o ozônio) e no processo de redução (+6 para +3) desempenha várias fases do procedimento de tratamento (coagulação, floculação, desinfecção, entre outros).

A mesma tecnologia pode ser utilizada tanto no processo de tratamento de água, quanto no tratamento de efluentes. Também pode ser empregada como solução total ou ser agregada a outros sistemas de tratamento usualmente utilizados no Brasil.

FERRATE

FERRATE é uma molécula onde o ferro se encontra no estado de oxidação +6, sendo mais conhecido como Ferro (VI) – FeO42−.

Por que utilizar o FERRATE?
  • Realiza vários processos de tratamento a partir de uma única aplicação.
  • Simultaneamente, pode funcionar como oxidante, coagulante e desinfetante.
  • Pode ser utilizado no tratamento de águas e efluentes que possuem turbidez mais elevada.
  • Mais potente que outros oxidantes, como o ozônio e o dióxido de cloro, por exemplo.
  • Substitui coagulantes como o cloreto férrico, alumínio e polímeros.
  • Não gera subprodutos cancerígenos.
  • Elimina muitos microrganismos que são resistentes ao cloro.
  • Não causa toxicidade aquática.
  • Produto versátil, potente e multiuso.
  • Reduz odor, desinfeta e estabiliza lodo, além de acrescentar ferro, um micronutriente vital.
  • Apresenta excelentes resultados no tratamento de água e efluentes.
Por que o FERRATE é tão potente?

P.REDOX

A força relativa dos produtos químicos utilizados no tratamento de água e efluentes pode ser medida em Volts, de maneira similar a um circuito elétrico.

Cientistas compararam o potencial redox para diferentes compostos.

O potencial redox é o indicador da sua capacidade de ganhar ou doar elétrons em uma reação química. Quanto maior for o potencial redox, mais potente é a reação.

FERRATE apresentou-se como sendo o mais potente oxidante/desinfetante dos produtos testados para tratamento de água e efluentes.

Por que o FERRATE não é amplamente comercializado no Brasil?

Cientistas tem testado a utilização de FERRATE nos últimos 50 anos.

Contudo, apesar dos numerosos esforços, tentativas anteriores para comercializar o FERRATE não tiveram sucesso, devido principalmente aos elevados custos de síntese, embalagem e transporte, tornando-se demasiado caro quando utilizado em escalas industriais.

A limitação se dava pelos custos de produção e instabilidade do produto.

Ao eliminar o armazenamento, manuseio e o transporte do produto embalado, a FTT – Ferrate Treatment Technologies conseguiu reduzir em mais de 85% do valor praticado, tornando assim, um produto competitivo mundialmente.

Ainda, ao desenvolver um equipamento que realiza a síntese do FERRATE no próprio local, o produto pode ser aplicado em sua máxima potência, resolvendo o problema da instabilidade.

O que o FERRATE trata?

Clique aqui e confira alguns compostos que podem ser tratados com a ajuda do FERRATE.

Como é feito o FERRATE?

O FERRATE é sintetizado no próprio local, por meio do equipamento FERRATOR e da utilização de produtos químicos amplamente encontrados no mercado brasileiro. Em sua forma já líquida, pode ser dosado diretamente no processo, sem tratamentos especiais e equipamentos específicos de mistura.

FERRATOR

O FERRATOR é uma tecnologia inovadora de tratamento que permite realizar a síntese de Fe (IV), íon instável, no próprio local de aplicação.

  • Possui versatilidade, de acordo com a aplicação.
  • Se conecta aos processos de tratamento existentes.
  • Modular e fácil de adaptar e implementar.
  • Solução prática – sistema simples de mistura.
  • Ideal para acrescentar em sistemas existentes que precisam melhorar a eficiência do tratamento.
  • Produz o FERRATE a partir de produtos químicos amplamente comercializados no Brasil.
Modelos
Ferrator ® Dimensões (m)*
Nano 2,1 x 1,5 x 1,8
Fe50 4,2 x 1,8 x 2,4
Fe70 4,8 x 2,1 x 2,4
Fe150 5,5 x 2,4 x 2,4
Fe300 13,4 x 2,4 x 3,4

* Comprimento x Largura x Altura

Aplicações

 Água Potável

No tratamento de água para consumo humano, o FERRATE pode ser utilizado para inúmeras finalidades, destacando-se:

  • Remoção de odor, sabor, cor, turbidez, metais, contaminantes emergentes, esporos, bactérias, vírus e protozoários.
  • Remoção de pesticidas e herbicidas.
  • Desinfecção (sem geração de subprodutos cancerígenos e toxicidade aquática).
  • Controle de ferro e manganês.
  • Redução do tempo de contato – oportunidade para aumentar a capacidade da planta existente.

Por ser um coagulante mais eficiente que o os compostos usuais de alumínio e ferro, por exemplo, a geração de sólidos
(lodo) é menor.

 Água de Lastro

O uso da água de lastro faz parte dos procedimentos operacionais usuais do transporte aquaviário moderno, entretanto, nessa operação também são capturados pequenos organismos que podem acabar sendo transportados e introduzidos em outro ambiente.
As principais consequências negativas da introdução de espécies exóticas e nocivas incluem:

  • Desequilíbrio ecológico das áreas invadidas, com a possível perda de biodiversidade.
  • Prejuízos em atividades econômicas que utilizam recursos naturais afetados.
  • Desestabilização social de comunidades tradicionais.
  • Disseminação de enfermidades em populações costeiras, causadas pela introdução de organismos patogênicos.

Neste contexto, a água de lastro deve passar por uma desinfecção antes de ser liberada de volta nas águas. O sistema FERRATOR apresenta-se como uma tecnologia viável economicamente, segura, compacta e capaz de realizar a desinfecção, sem a geração de subprodutos nocivos ao meio ambiente e à saúde da população. Ainda, realiza a prevenção da propagação de microrganismos patogênicos e espécies invasoras.

 Efluente Doméstico

Efluentes domésticos são os despejos líquidos das habitações, estabelecimentos comerciais, instituições e edifícios públicos. O seu lançamento nos corpos hídricos, sem prévio tratamento, pode causar a deterioração da qualidade da água, passando a ser uma ameaça à saúde pública.

No tratamento de efluentes com características domésticas, o FERRATE pode ser utilizado para inúmeras finalidades, destacando-se:

    • Remoção de odor, cor, turbidez, metais, contaminantes emergentes, nutrientes (oxidação da amônia e precipitação de fósforo).
    • Desinfecção (sem geração de subprodutos cancerígenos e toxicidade aquática).
    • Pré-oxidação da matéria orgânica.
    • Desinfecção e desodorização de lodo.
    • Melhoria no processo de desaguamento do lodo para aplicação na agricultura.
      FERRATE também pode

FERRATE também pode atuar na remoção de algas em efluentes de lagoas facultativas.

Com tratamento de efluentes concomitante e desinfecção, o Fe (III), subproduto, pode promover a coagulação das algas microscópicas que podem facilitar a remoção por sedimentação ou filtração.

Ainda, o FERRATE pode ser aplicado no sistema de coleta e afastamento do esgoto para mitigar problemas de odor devido à decomposição anaeróbica.

Modelo de Aplicação do FERRATE para Efluente Doméstico

 Efluente Industrial

A diversidade das atividades industriais ocasiona, durante o processo produtivo, a geração de efluentes que podem contaminar o solo e a água, se não tratados adequadamente.

As diferentes composições físicas, químicas e biológicas, as variações de volumes gerados em relação ao tempo de duração do processo produtivo, a potencialidade de toxicidade e os diversos pontos de geração na mesma unidade recomendam que os efluentes sejam caracterizados, quantificados e tratados, antes da disposição final no meio ambiente.

Desta maneira, o tratamento de efluentes industriais é um campo fértil para a utilização do FERRATE, devido ao seu alto poder de oxidação.

A seguir são apresentadas algumas aplicações para o setor industrial.

Mineração

Os efluentes provenientes dos processos de mineração, siderurgia e metalurgia podem ser altamente tóxicos para o meio ambiente, assim como para a saúde da população. O FERRATE pode remover cianeto, arsênio, ferro, magnésio, alumínio e diversos outros metais. Ainda, como é sintetizado em uma solução alcalina, pode ajudar no ajuste de pH dos efluentes ácidos.

Óleo e Gás

As empresas desse segmento injetam água em alta pressão nos poços para liberar gás e petróleo, tornando-se uma grande preocupação devido à quantidade desse recurso natural utilizado para essa finalidade. No entanto, se essa água puder ser reciclada, sua quantidade e o dano causado ao meio ambiente podem ser reduzidos consideravelmente.

O FERRATE pode tratar essa água na qualidade necessária para sua reutilização, sendo os principais benefícios apresentados abaixo.

• Remoção de microrganismos patogênicos – desinfecção.

• Remoção de bactérias redutoras de sulfato e bactérias acidogênicas.

• Remoção de metais totais e solúveis, como ferro, bário, estrôncio, cálcio, manganês, entre outros.

Indústria Farmacêutica

Estudos recentes indicam a ocorrência de compostos endócrinos, produtos farmacêuticos e para cuidados pessoais no meio ambiente.

Compostos estrogênicos incluem os hormônios esteroides e seus subprodutos metabólicos, como contraceptivos e alquilfenóis, podendo causar perturbação das funções normais do sistema endócrino.
Durante seu avançado processo alcalino de estabilização, o FERRATE destrói esses contaminantes emergentes, removendo-os do efluente.

Geração de Energia

As plantas de geração de energia apresentam inúmeras oportunidades para a utilização do FERRATE e melhorar a eficiência dos processos, como controle de biofilme em torres de resfriamento, tratamento de efluente das cinzas e pilhas de carvão e lavador de gases.

O FERRATE apresenta excelentes resultados na remoção de ferro, manganês, mercúrio, arsênio e diversos outros metais.

Papel e Celulose

O tratamento com FERRATE remove odor, cor, fósforo, amônia, matéria orgânica, dentre outros. Além de poder ser utilizado em várias etapas do processo.

 Outros

FERRATE pode ser utilizado no pré-tratamento de substâncias tóxicas e de difícil biodegradação. Dentre outros efluentes que podem ser tratados com a tecnologia, podem ser citados:

  • Têxtil
  • Produtos químicos diversos
  • Bebidas e alimentos
  • Curtumes
  • Explosivos

FERRATE remove cor de constituintes orgânicos cromóforos em águas de processos industriais, como efluente de uma fábrica têxtil, por exemplo, que são resistentes à degradação biológica.

Os efluentes tratados podem ser utilizados como água de reúso, para fins não potáveis, apenas com o acréscimo de filtração dos sólidos em suspensão.

Para o tratamento de efluentes provenientes da criação de animais, como a suinocultura, por exemplo, FERRATE oferece potencial para o controle ambiental, como remoção de odor, inativação de organismos patogênicos e remoção de contaminantes orgânicos.

O FERRATE também pode ser aplicado em tanques de armazenamento de resíduos líquidos e águas de processo para mitigar os problemas de odor associado às condições anaeróbias.

A solução de FERRATE tem o potencial para controlar biofilmes, remover incrustações e degradar contaminantes orgânicos, em diversas aplicações, tais como:

  • Oleodutos
  • Torres de refrigeração
  • Meios filtrantes (membranas poliméricas, membranas cerâmicas ou de aço inoxidável, filtros de tecido, etc.)

Pesticidas e herbicidas representam contaminantes ambientais significativos e de difícil degradação. As principais fontes pontuais de poluição desses compostos são águas residuais provenientes de indústrias agrícolas e de fabricação desses produtos.

Em concentrações elevadas, são compostos inibidores do processo de tratamento biológico. Em particular, a nitrificação biológica é muito sensível e suscetível aos efeitos de inibição e choques de cargas.

Uma alternativa nesses casos é realizar um pré-tratamento desses compostos tóxicos com o FERRATE, tornando-os mais propícios à degradação subsequente pelo tratamento biológico.

Conservação de Corpos Hídricos